Por que faça-você-mesm@?

Para nós o Veganismo é em si uma prática anti-capitalista, pois uma das principais características desse sistema, estrutura, ou qualquer nome que se dê a essa forma de vida, é a alienação. Essa é complexa e multi-facetada, ou seja, não é apenas econômica, mas sim, psicológica, social, sexual, produtiva e etc. Sendo assim, uma das formas de tomarmos nossa vida de volta, resgatá-la da alienação capitalista é por meio do faça-você-mesmo, que para nós está dialogicamente ligado ao veganismo. Colocarmos a mão na massa e buscarmos independência e apoio mútuo entre as pessoas interessadas em uma vida diferente, mais ética, feliz e gostosa, é essencial para minimizarmos nossa participação no mercado.
Vemos nos supermercados e lojas, cada vez mais produtos vegetarianos (já vi em uma loja de departamentos, tipo C&A, uma camisa escrito vegan, sério), logo, mais um nicho de mercado, um grupo de consumidores buscando produtos específicos e alimentando o capitalismo. Não tendo a mínima idéia da onde vêm, muito menos quem faz, os produtos que estamos comprando, mantemos nossas vidas fora de nosso controle. Porém, podemos mudar isso.
Mas tá, como? Obviamente, não temos uma formula mágica para isso e, obviamente, ainda estamos bem longe, mas pouco a pouco, vamos aprendendo aqui e ali coisas que nos tornam mais independentes e minimizam nosso consumo. Na alimentação, por exemplo, se tiver como e onde plantar, cultivar o máximo possível de coisas, se morar em um apartamento é possível cultivar temperos, como pimenta, alecrim e cebolinha, e tentar estar presente, e ser responsável pelo alimento que chega até você. Mas ok, a maior parte do que comemos é grão, algo que podemos mudar também, pois demanda muito espaço para produção, logo muita terra, e exatamente por isso, desde que você não seja um latifundiário, não conseguimos cultivá-los e ser auto-suficientes. Mas não é porque não conseguimos cultivá-los que precisamos comprar hambúrguer de soja no mercado.
Podemos ir direto a algum produtor, como no Cadeg, e comprar grão de bico, lentilha, feijão e fazer nossos próprios hambúrgueres. Ainda estamos comprando, mas acho que minimiza consideravelmente o processo que sua compra vai apoiar. Afinal, se não concordamos com um sistema que propaga a exploração animal, humana e não-humana, porque vamos continuar consumindo seus produtos só porque suas embalagens não têm escrito nenhum ingrediente derivado de animais. Sendo assim, ser mais responsáveis por nossa alimentação é essencial para conseguirmos uma mudança no mundo em que vivemos, afinal, alguém uma vez disse para sermos a mudança que queremos ver no mundo e para isso precisamos mudar diversos aspectos de nossas vidas e um deles é a forma como nos relacionamos com nossa comida e tudo em volta dela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: